Pânico à primeira vista: Boinas!

Me desculpe os amantes das boinas, mas sinceridade pede passagem. Por mais que tente, não consigo me simpatizar com tais acessórios e os motivos não são poucos, muito menos gratuitos. Aqui vai um relato de quem deseja compreender o por que delas ainda coexistirem entre nós. (…)

Posso até morder minha língua daqui há um tempo, mas o fato é que minha opinião não vem de hoje. Sempre que vejo alguém usando uma boina, logo penso: “Meu Deus, pra quê?” e em seguida, me pego imaginando algumas possibilidades e, no final das contas, nenhuma em concreto me convence.

A primeira impressão que vem à mente é a imagem de um vovô. Aquele senhor tipicamente desenhado pelo senso comum com roupas de frio em tons neutros, óculos de grau e ela lá, a bendita boina. Até aí, podemos julgar pela questão de sua funcionalidade da peça: proteção. Será? Existem outros artifícios que a substituem bem mais à altura. Bonés e chapéus comprovam isso.

Outro ponto a ser frisado é o formato do acessório. Que forma é essa? Achatada? What the fuck? Enfim, não consigo entender e creio que não valoriza o visual em absolutamente nada. Por isso, vamos repensá-la pra ontem! Melhores opções existem. Ok?