Luana Barcellos, a mulher por trás do K

Uma das coisas que costumo fazer é me atentar aos bastidores das marcas que mais curto. Entre pesquisas aqui e acolá, fico por dentro do trabalho daqueles que fazem toda essa indústria acontecer até que seus produtos cheguem a nós, consumidores. Um bom exemplo está em Luana Barcellos, coordenadora de estilo da Sergio K. Peça por peça, detalhe por detalhe, um pouco da rotina dela, aqui! (…)

Mineira de Passos, cidade de forte tradição têxtil e com herança familiar atuante no ramo, desde cedo Luana se encontrava inserida a este contexto mais industrial da área de moda. Atenta aos mínimos detalhes a sua volta, passou a “tomar gosto pela coisa” até que essa influência se tornou escolha profissional.

luanabarcellos02_sergiok_ocosmopolita

Formada em Negócios da Moda, pela Universidade Anhembi Morumbi, Luana encara a sua relação com a moda quase que como um destino. “Desde criança eu já queria trabalhar com isso. Lógico que como a maioria das pessoas, na fase decisiva de qual faculdade fazer, titubeei um pouco, prestei outras coisas, mas, no fundo, sabia que seria isso mesmo”.

Da adolescência até o momento atual, algumas experiências contribuíram para formatar o seu perfil profissional. Desde criações, eventos e desfiles em sua cidade natal até freelas em planejamento e concepção de coleções nos tempos da universidade. “Ainda tive uma experiência em shopping na loja da Farm do Iguatemi SP, mas foi na Sergio K que conquistei meu primeiro trabalho expressivo depois de formada”.

Como Coordenadora de Estilo, Luana está no comando do que podemos dizer: “sai do forno”. A Sergio K é uma das grifes brasileiras que mais atrai a atenção dos homens que apreciam o estilo que transcende o básico. Lógico que peças atemporais também recheiam as coleções, mas a expertise da label está em se mostrar um passo a frente do esperado a cada temporada.

luanabarcellos03_sergiok_ocosmopolita

“Possuímos um mix de produtos extenso e completo. Dos pequenos acessórios à linha home, passando pelas peças chaves como camisetas, pólos, camisas, jeans e sapatos. Todos os nossos processos criativos partem de uma base de pesquisas, viagens e visitas às fábricas, até chegar à parte comercial de definição para saber aqueles que serão lançados ou não”.

A intensa busca pela elaboração específica de um produto leva a equipe a pensar como o seu público e formatar uma opinião prévia daquilo que está para ganhar as lojas. “A maior preocupação é fazer com que o produto tenha personalidade e carregue consigo, a identidade da marca, de modo que as pessoas o reconheçam como nosso”.

luanabarcellos04_sergiok_ocosmopolita

Sobre a temporada atual: “Continuamos com as cores fortes mesmo no Inverno, o jeans de modelagem única, os tricots que não vejo igual em nenhum lugar e algumas peças chaves diferenciadas como as t-shirts”.  Ao passo em que evolui sua trajetória na Sergio K, Luana desenvolve outro projeto em paralelo, o Coletivo_Showroom.

Em parceria com uma amiga, a Carol Lunardi, o Coletivo Showroom consiste em ser uma plataforma virtual para facilitar o relacionamento com lojas multimarcas de todo o Brasil. O mix de marcas está em cerca de 30 labels, incluindo Sergio K. “Identificamos a necessidade dos clientes de multimarcas terem esse meio de compra e não precisarem deslocar-se fisicamente até os showrooms de seus revendedores, seja por economia ou falta de tempo”.

Duas em uma. É mais ou menos por aí que a Luana Barcellos vai se virando e tocando seus planos. Ainda ouviremos falar muito sobre ela. Take a note!